miércoles, 14 de mayo de 2008

Paisagens Interiores

A miragem e os espaços. Espaços que não ocupo, mas que me ocupam.


Imagem de: Johann Fournier

6 comentarios:

Filipe Oliveira dijo...

Gosto de estar ocupado com as minhas miragens, desde que não se tornem em obsessões.
Há dias li isto:
"A melhor forma de combater uma obsessão é realizá-la. Ou se desilude ou se reduz a um desejo saudável"

abraço

Luis Enrique dijo...

Totalmente de acordo Filipe. E se olhar-mos as coisas de uma maneira mais hedonista, eu tomava as palavras de Oscar Wilde que dissem: "A melhor maneira de liberar-se de uma tentação é cair nela". Mas também há razoes que a mesma razão não entende e há espaços que ficam.

Hanah dijo...

Belissimo ..

A sequência até lá embaixo esta tocante...

obrigado meu amigo


Espiando a conversa de vocês ai acima...

me lembrei de Pessoa

"Para ser grande, sê inteiro: nada teu exagera ou exclui. Sê todo em cada coisa. Põe quanto és no mínimo que fazes. Assim como em cada lago a lua toda brilha, porque alta vive."



beijos...

Luis Enrique dijo...

Sublime e belamente estruturado este pensamento de Pessoa Hanah, obrigada por traze-lo a esta conversa de amigos e seja bem-vinda, estava um pouco ausente. Bjs

Hanah dijo...

Olá Luis,

e é verdade este post está maravilhoso, pura reflexão...

eu acho que não tinha nem que colocar o Fernando Pessoa na História...

estou querendo tirar umas férias...
faz tempo ...

na verdade agora seria a hora de retornar...


beijo

Luis Enrique dijo...

Muito bem minha amiga, seja bem-vinda então. Um abraço